‘Vai colocar MS no centro do Mercosul’, diz Vander Loubet em posse no Parlasul

O deputado federal e coordenador da bancada de  (PT), tomou posse como membro do Parlasul (Parlamento do Mercosul) nesta segunda-feira (25). Assim, o parlamentar afirmou que a participação poderá dar destaque para MS no Mercosul.

“Espaço importante e fundamental para nosso estado por conta dos debates e discussões a respeito da Rota Bioceânica, que vai colocar Mato Grosso do Sul no centro da integração e do desenvolvimento do Mercosul e do continente sul-americano”, destacou o deputado.

Outros 36 parlamentares também foram empossados durante cerimônia em Montevidéu, no Uruguai.

A formalidade aconteceu durante a 89ª sessão ordinária do Parlasul. Dentre os 38 parlamentares que tomam posse, o deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP) pode assumir a vice-presidência do Parlasul pelo Brasil.

Também tomaram posse: Humberto Costa, Renan Calheiros, Tereza Cristina, Nelsinho Trad, Carlos Viana, Eduardo Girão, Alan Rick, Sergio Petecão, Chico Rodrigues, Giovani Cherini, Rosana Valle, Roberto Monteiro, Vermelho, Pastor Eurico, Arlindo Chinaglia, Odair Cunha, Paulão, Yandra Moura, Damião Feliciano, Nelson Padovani, Átila Lira, Marx Beltrão, Covatti Filho, Sergio Souza, Gutemberg Reis, Luciano Azevedo, Paulo Litro, Celso Russomanno, Carlos Gomes, Renildo Calheiros, Erika Hilton, Renata Abreu, Beto Richa, Afonso Motta, Heitor Schuch e Luiz Tibé.

Mudança Climática

Na ordem do dia do Parlamento estava uma Proposta de Recomendação. O Parlasul recomenda ao CMC (Conselho do Mercado Comum) que analise os problemas da mudança climática e seu impacto nos setores produtivos da região.

Além disso, o Parlamento do Mercosul quer a promoção de ações que fortaleçam o compromisso dos Estados Partes e articulem políticas públicas coordenadas nos diferentes setores produtivos da região, em benefício dos povos.

Um acordo de cooperação entre o Parlamento do Mercosul e a OIM (Organização Internacional para as Migrações) foi fechado nesta manhã.

Botão Voltar ao topo