Projeto ‘Escola Segura Educando para o Trânsito’ chega a mais de 1,5 mil alunos da REME

Em dois meses, o projeto ‘Escola Segura Educando para o Trânsito’, chegou a mais de 1,5 mil alunos das unidades escolares da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande (REME).

Desenvolvido pela Guarda Civil Metropolitana, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), o projeto consiste em palestras e ações para mostrar para os alunos o que é certo e errado no trânsito.

Em agosto, os agentes fizeram 20 visitas às Escolas Municipais de Ensino Fundamental e 11 visitas às EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) da região Imbirussu, sendo que o projeto chegou a 703 alunos. Além disso, o projeto foi aplicado neste mês, a todos os estudantes da Escola Municipal Carlos Vilhalva Cristaldo, uma soma de 799 alunos.

Durante esta quarta-feira (20), os agentes de trânsito da GCM, Marlene Sousa e Jentilo Pereira, estão na Escola Municipal José Rodrigues Benfica.

Segundo Marlene, o projeto surgiu pela necessidade de levar para escola a educação sobre o trânsito. “A gente trabalha o trânsito dentro das escolas, desde o aluno menor até o maior, pois, no nosso país morrem muitas pessoas no trânsito pela falta de respeito e empatia”.

Jentilo Pereira, que também dá palestras, diz que a criança de hoje é o motorista do futuro. “A gente acredita que esse trabalho terá o resultado a longo prazo, para quando estes alunos forem motoristas. Hoje, eles ensinam os próprios pais, mostram o que é certo ou errado, viram fiscalizadores”.

Os alunos do 5º ano da unidade ficaram atentos à palestra e interagiram a todo momento com os agentes. Arthur de Paula Fernandes, de 10 anos, fala mais sobre o que aprendeu. “Achei bem interessante a palestra, aprendi a ter cuidado no trânsito, no carro eu ando no banco de trás e sempre com cinto de segurança”.

Alice Bernardes, tem 10 anos e fala o que mais achou interessante. “Vimos um vídeo onde um cachorro caramelo atravessa na faixa de pedestre. A gente precisa entender que atravessar na faixa é pela nossa segurança”.

A aluna Rafaella Ribeiro, também de 10 anos de idade, já sabe que é preciso respeitar as leis desde sempre. “O trânsito é nossa locomoção e as pessoas precisam respeitar isso. Vimos vídeos na palestra, um mostrava a importância do uso do cinto de segurança, do uso correto do capacete, de atravessar na faixa de pedestre”.

Conforme a diretora da Escola Municipal José Rodrigues Benfica, Aletéia Batistella, a ação desenvolvida pela GCM na escola serve de conscientização dos alunos. “Os estudantes passam para os pais o que é certo e errado, eles aprendem aqui e repassam em casa. Essa ação é de total necessidade. O nosso foco é orientar nossos alunos para torná-los os melhores cidadãos possíveis”.

Botão Voltar ao topo