Primeira carga a ser transportada na megaestrada que vai ligar o Brasil ao Chile é carne ‘Made in MS’

A primeira carga que será transportada na megaestrada que vai ligar o Brasil ao Chile, passando por Paraguai e Argentina, será carne bovina. O carregamento com proteína “Made in MS” foi carregado na manhã desta quarta-feira (22), em uma unidade da Friboi, do grupo JBS, em Campo Grande e deve seguir viagem na madrugada desta quinta-feira (23).

O caminhão frigorífico com cerca de 13 toneladas de carne segue inicialmente para Porto Murtinho, no sudoeste do estado. Na cidade deverá fazer o desembaraço aduaneiro para poder seguir de balsa para Carmelo Peralta, no Paraguai. Depois cruzará todo o chaco paraguaio até chegar a Argentina e na sequência segue para o Chile, tendo como destino final a cidade de Iquique.

A previsão da empresa é que carga chegue no dia 29 de novembro em Iquique. “Essa nova opção de rota pode diminuir o tempo de entrega aos nossos clientes chilenos, por exemplo, em até 5 dias, agilizando o fluxo no transporte dos produtos”, aponta Bruno Correa da equipe de exportação da Friboi.

Caminhão carregado com carne vai fazer test drive aduaneiro da Rota Bioceânica — Foto: Pedro Ernesto/JBS

Caminhão carregado com carne vai fazer test drive aduaneiro da Rota Bioceânica — Foto: Pedro Ernesto/JBS

O transporte da carga faz parte da programação da expedição da Rota da Integração Latino-Americana (RILA). As dificuldades e gargalos encontrados no trajeto do caminhão serão apresentadas pelos integrantes da RILA no 4º Fórum dos Territórios Subnacionais do Corredor Bioceânico Capricórnio, que deverá reunir autoridades das quatro nações no dia 29 de novembro, em Iquique, no Chile.

Botão Voltar ao topo