Prefeitura inaugura polo de ginástica rítmica no ginásio Guanandizão

A prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esporte (Funesp) inaugurou o polo de ginástica rítmica do ginásio Guanandizão. O espaço é dedicado a atender o programa Movimenta Campo Grande, que passa a contar com dois locais para a prática da modalidade – o outro fica no Parque Jacques da Luz, nas Moreninhas).

Essa expansão proporciona mais oportunidades e facilidade de acesso à prática da ginástica, além de contribuir para a promoção de um estilo de vida saudável e ativo, visto que a ginástica engloba diversos benefícios para a saúde física e mental.

A implantação desses dois novos polos de ginástica é um exemplo claro do compromisso da Prefeitura em expandir e diversificar as opções esportivas disponíveis para a população. A Fundação também busca incentivar a descoberta de talentos e apoiar o desenvolvimento de atletas nas mais diversas modalidades esportivas.

Para o diretor-presidente da Funesp, Maicon Mommad, a iniciativa vem ao encontro dos objetivos da política pública de esporte e lazer do município, que visa a descentralização do atendimento à população.

“Esses novos polos de ginástica são apenas o começo de uma série de iniciativas que visam enriquecer o cenário esportivo em nossa cidade. A Funesp está determinada a continuar trabalhando em prol do esporte e do lazer, proporcionando mais oportunidades e alegria para as famílias campo-grandenses.”

Heide Furtado, mãe de uma das alunas matriculadas, fala da experiência da filha na prática do esporte e do novo polo. “A minha primeira filha praticava no polo das Moreninhas, hoje faz faculdade de Educação Física e é estagiária. Eu moro no Jardim Leblon, o Guanadizão ficou bem melhor. A minha segunda filha, Anna, prática lá agora, ficou ótimo, porque consegue atender as regiões mais próximas, com um trabalho lindo, as professoras são empenhadas e com muito conhecimento”.

O pai de Helloisa Maria Martins Brandão, nova aluna do polo, Humberto da Silva Brandão, falou sobre a implantação do novo espaço. “Achei muito bom. Eu moro distante no bairro Monte Castelo. Minha esposa a leva pela manhã e ela está gostando, está sendo excelente para o desenvolvimento dela, está adorando”.

Ligiane Franco, mãe de Aysha Franco dos Santos, falou das expectativas e de como as aulas têm melhorado a qualidade de vida da filha. “Ela está amando. Ano passado ela teve várias crises de pânico, e as aulas têm ajudado demais. Ela tem uma habilidade natural para ginástica, e com a experiência das professoras está aprimorando e desenvolvendo bastante. Creio que a ginástica tem grande potencial de mudar a vida da minha pequena, uma imensa possibilidade de despertar nela a vontade em seguir carreira, além de melhorar fatores físicos, psicológicos e social. Graças a Deus ela foi mais forte e hoje está liberta dessa síndrome”.

“Foram dois dias de inscrição e mais de 135 meninas inscritas. Já temos lista de chamada para acima de 11 anos que não abrimos vaga. Já detectamos vários possíveis talentos para um futuro bem próximo montar uma turma de treinamento”, explica a professora responsável pelo projeto, Adenizia Julião.

O projeto

O projeto é coordenado pela Diretoria de Esporte e Lazer – DDEL, e visa contribuir para atividades sistemáticas na capital. O novo local já está atendendo 135 alunos, meninas de 5 a 9 anos nos períodos matutino e vespertino, das 7h às 11h e das 13h às 17h, nas segundas e quartas-feiras.

A ginástica rítmica é oferecida pela Funesp no polo Jacques da Luz, desde 2010. O projeto atende meninas da iniciação ao rendimento, participando de competições municipais, estaduais e nacionais.

O projeto continua com inscrições abertas para preenchimento de 35 vagas. Para realizar a inscrição o pai ou responsável deverá comparecer no local esses dias, com documentos: RG, CPF ou certidão de nascimento da criança, documento do responsável, comprovante de residência e comprovante de matrícula escolar.

As atividades oferecidas pela Fundação, são atendidas por meio do Programa Movimenta Campo Grande, que visa ampliar o acesso ao esporte e lazer aos cidadãos com a oferta de atividades físicas e esportivas que contribuam no desenvolvimento da cultura esportiva e do lazer, valorizando a cultura local e oferecendo atividades que atendam às necessidades das comunidades, a partir de experiências que incentivem um estilo de vida ativo, contribuindo para o desenvolvimento humano e sustentável.

Os projetos contam com 100 locais de atendimento (07 regiões urbanas e 02 distritos). 12.200 mil pessoas inscritas, mais 377.761 mil atendimentos por mês, mais de 43 oficinas de esporte e lazer, nas 46 oficinas de esporte e lazer. São mais de 150 agentes sociais realizando atendimento para a população.

Botão Voltar ao topo