Política Secretariado da Prefeitura em Campo Grande foi marcado por ‘dança das cadeiras’ em 2023

Prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes protagonizou em 2023 troca do secretariado na Prefeitura. Apesar da vice e assumir em abril de 2022 a administração após Marquinhos Trad sair para disputar – e ser derrotado em 2022 na corrida ao Governo do Estado – a mudança na estrutura administrativa aconteceu somente neste ano.

Isso porque os nomes foram mantidos até o final do ano passado em acordo feito com o ex-prefeito. Liberada do compromisso, Adriane trocou oito dos 16 secretários que constavam como nomeados até dezembro do ano passado.

Integraram a gestão o secretário de Governo João Batista da Rocha, o controlador-geral João Batista Pereira Junior, Evelyse Ferreira Cruz Oyadomari, Ednei Marcelo Miglioli, Katia Silene Sarturi Warde, Mara Bethania Bastos Gurgel de Menezes e André de Moura Brandão. Já Anderson Gonzaga da Silva Assis foi nomeado Secretário Especial de Segurança e Defesa Social.

O governador Eduardo Riedel (PSDB) evitou falar em mudanças logo após as eleições, mas na metade de dezembro de 2022 anunciou que manteria parceiros tucanos do ex-governador Reinaldo Azambuja, consideradas peças-chave para o grupo. Entre os nomes que permanecem neste ano estão Flávio César Mendes de Oliveira, João Eduardo Barbosa Rocha, Ana Carolina Araujo Nardes, Antonio Carlos Videira e Jaime Elias Verruck.

Além deles, Pedro Arlei Caravina, que foi eleito deputado estadual, assumiu o cargo de secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica. Helio Peluffo, que era prefeito de , também renunciou para integrar a gestão de Riedel como Secretário de Estado de Infraestrutura e Logística.

Botão Voltar ao topo