Passagens mais caras: Campo Grande reajusta taxas de embarque rodoviário em 3,85%

A partir de 2024, campo-grandenses terão que desembolsar um valor mais alto para utilizar serviços do terminal rodoviário senador Antônio Mendes Canale, em Campo Grande. A portaria que define um  de 3,85% foi homologada nesta sexta-feira (29), no Diogrande (Diário Oficial).

O aumento no  das tarifas passa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2024. Em janeiro deste ano, foi homologado o percentual de 5,97% para o Reajuste Tarifário do Terminal Rodoviário de Campo Grande, ou seja, o reajuste para 2024 será 2,12% menor.

Conforme a  (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos), a taxa para embarques nas linhas metropolitanas será de R$ 1,21. Já nas linhas intermunicipais, a taxa foi fixada em R$ 5,74. Para linhas interestaduais e internacionais, o valor de embarque será de R$ 7,93. Na prática, a taxa de embarque interestadual ficou 0,29 centavos mais cara.

Tarifas reajustadas
Tarifas reajustadas (reprodução)

As mudanças também valem para os chamados ‘serviços acessórios’, como estacionamento e guarda volumes. O estacionamento passa a custar R$ 1,95 a cada 1 hora até às 15h e de R$ 33,50 a partir das 16h. Mensalistas locatários pagam R$ 113,95 a partir de hoje e o banho passa a custar R$ 11,40.

Os procedimentos administrativos a serem adotados pela CTRCG (Concessionária do Terminal Rodoviário de Campo Grande), para aplicação do reajuste tarifário, deverão ser determinados pela Agência de Regulação, por meio de atos normativos.

Botão Voltar ao topo