O motorista da S10 de 32 anos, que atropelou dois motociclistas e matou um terceiro neste domingo (29), no bairro Jardim Tijuca, em Campo Grande, foi preso em flagrante e levado para a delegacia. Um casal que estava em outra motocicleta, de cor branca, foi levado para a Santa Casa. O motociclista que pilotava a motocicleta, de cor vermelha, ao cruzar a Rua Dinamarca, acabou sendo atingido pelo motorista da caminhonete S10, que também atingiu a outra motocicleta no cruzamento com a Rua Souto Maior. Com a batida, a caminhonete passa por cima da vítima que morre no local. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado. Três homens estavam na caminhonete. Segundo apurado, eles não seriam do Estado e estariam em Mato Grosso do Sul a trabalho. Inclusive a caminhonete em questão seria alugada. “Acidentes recorrentes, é direto, direto. Aqui já não resolveria mais elevar o quebra-molas, resolveria um semáforo porque ninguém aguenta mais. Aqui, em horário de escola, onze e meia, meio-dia, cinco horas da tarde, quando as crianças saem da escola e passam neste cruzamento é uma loucura, ninguém para, é criança passando no meio de carro, é um perigo e é acidente direto. No chão está apagado o pare da Dinamarca. Tem a placa do pare, às vezes não vê, falta de atenção”, disse Evelin de Brito Lopes, comerciante.

Um pedestre identificado inicialmente como Vanderlei morreu, na noite deste domingo (29), em Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de , após ser atropelado por um motorista que não foi encontrado.

Informações são de que o acidente ocorreu por volta das 20 horas, segundo testemunhas, quando o pedestre andava em zigue-zague pela rodovia e foi atropelado. O motorista fugiu sem prestar socorro.

 foi acionado e o homem ainda chegou a ser levado para o hospital, mas acabou morrendo. Não há informações sobre as características do veículo.

Botão Voltar ao topo