Nove dias antes de ser assassinada a facadas, Alessandra registrou BO contra ex-marido

Exatos nove dias depois do registro do boletim de ocorrência contra o  de 50 anos, é que Alessandra da Penha Cardoso, de 42 anos, acabou sendo assassinada a facadas por ele, que já tinha prometido matá-la, em , a 407 quilômetros de . O crime aconteceu nessa terça-feira (29).

O registro do boletim de ocorrência foi feito no dia 20 deste mês, quando o ex-marido prometeu que iria matá-la. Segundo consta, ele ainda teria danificado o vidro do carro. Alessandra contou na delegacia que ele não aceitava o  do relacionamento. No dia ela pediu por medidas protetivas.

Alessandra foi vítima de feminicídio, sendo assassinada com uma facada pelo ex-marido que fugiu logo após o crime. Ele tentou se esconder em uma casa atrás de uma fábrica na cidade, mas acabou encontrado pelos policiais.

Ao ver os policiais, ele ainda pulou o muro de uma casa tentando se esconder em um quarto dos fundos, mas acabou preso em flagrante. O autor confessou que iria fugir para Portugal. No veículo dele, um Fiat Uno, os policiais encontraram  do homem.

O filho de Alessandra ao ver a mãe morta acabou dando um soco em uma porta se ferindo, sendo atendido pelo Corpo de Bombeiros. O autor do crime foi levado para a delegacia.

Botão Voltar ao topo