Nova regra amplia isenção de ICMS de carros novos para pessoas com deficiência

Decreto concede isenção parcial na compra de veículos de até R$ 120 mil

Conforme o decreto 16.385, assinado pelo governador Eduardo Riedel, publicado na edição desta segunda-feira (19) do Diário Oficial, pessoas com deficiência física, visual, mental severa ou profunda, síndrome de Down e autista, passam  a ter isenção parcial do ICMS incidente na compra de veículos novos que custem até R$ 120 mil.

O benefício fiscal garante desconto de R$ 11,9 mil, valor referente ao imposto incidente sobre até R$ 70  mil do preço dos modelos, economia de até 9,1% , valor que os compradores poderão usar parte parte  das despesas com adaptação dos carros.

Antes da mudança, o desconto só era concedido na compra de veículos que custassem até R$ 100 mil. ” É uma medida inclusiva  que reforça o exercício da cidadania. O valor anterior estava muito defasado , não correspondia mais a realidade do mercado “, comenta o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gerson Claro.

Em junho do ano passado, a Assembleia aprovou indicação de Gerson com a mudança das regras que foi  encaminhada ao diretor da secretaria-executiva do Confaz, Carlos Henrique de Azevedo Oliveira . No documento, o presidente da ALEMS reivindica  do Conselho Nacional de Política Fazendária a elevação do valor máximo do veículo que as pessoas com deficiência poderiam adquirir tendo direito a isenção do ICMS até R$ 70 mil do valor do carro. Até o ano passado, o benefício era limitado a modelos que custassem até R$ 100 mil.

O Confaz , que reúne secretários de Fazenda dos 27 estados e do Distrito Federal, alterou o convênio 38/12, elevando em 20% o teto do valor dos carros. O decreto publicado nesta segunda-feira formaliza a adesão do Estado ao novo limite.

Botão Voltar ao topo