Ministros Simone Tebet e Waldez Góes cancelam visita à ponte da Rota Bioceânica nesta sexta

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Goés, cancelaram a visita à ponte da Rota Bioceânica em . A visita, que inauguraria maquete da estrutura, foi adiada para após o dia 10 de dezembro.

Conforme informou o prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra (PSDB), os ministros foram convocados pelo presidente Luiz Inácio  da Silva (PT) para a assinatura de um convênio destinado a estados do país.

“Houve essa convocação do presidente para a assinatura do convênio e a visita que iríamos fazer adiou”, disse o prefeito. Na quinta-feira (23), o Município chegou a realizar reunião para alinhar os pontos para a visita que aconteceria nesta sexta-feira (24), também com a presença do governador Eduardo Riedel (PSDB).

O presidente da  de MS, Gerson Claro (PP), chegou a assinar ato designando o primeiro-secretário da Casa, o deputado  (PSDB) para representar o legislativo durante a visita. Conforme informou a assessoria de comunicação, o parlamentar não chegou a viajar para a cidade.

Rota Bioceânica

A Rota Bioceânica encurtará a distância para as exportações e importações brasileiras entre mercados potenciais na Ásia, Oceania e Costa Oeste dos Estados Unidos. Também integrará a América do Sul e transformará Mato Grosso do Sul em um hub logístico, um centro de distribuição de mercadorias.

Mato Grosso do Sul é o coração da rota, que vai seguir pela cidade de Porto Murtinho; cruzará o território paraguaio por Carmelo Peralta, Mariscal Estigarribia e Pozo Hondo. Depois irá atravessar por território argentino as cidades de Misión La Paz, Tartagal, Jujuy e Salta; ingressando no Chile pelo Passo de Jama, até alcançar os portos de Antofagasta, Mejillones e Iquique.

Obra de acesso à ponte custará R$ 472 milhões

Divulgado no Diário Oficial da União do dia 16 de novembro, o resultado da licitação para implantação de acesso à ponte da Rota Bioceânica, na região de Porto Murtinho. A empresa receberá R$ 472 milhões pelo serviço.

De acordo com o aviso de homologação e adjudicação, a licitante vencedora é a Construtora Caiapó Ltda (CNPJ 00.237.518/0001-43). O valor total da licitação é de R$ 472.410.911,22.

O objeto da contratação é a elaboração de projetos de engenharia, bem como a execução das obras de implantação e pavimentação de acesso à ponte sobre o Rio Paraguai, na BR-267, contorno rodoviário de Porto Murtinho.

Também fica a empresa responsável pela construção do Centro Aduaneiro de Controle de Fronteira.

Botão Voltar ao topo