Mato Grosso do Sul registra uma morte e 871 novos casos de dengue

A SES-MS (Secretaria Estadual de Saúde) de  confirmou a  de uma moradora de Campo Grande, aos 58 anos, em decorrência da dengue. Ela tinha  como comorbidade relatada.

O óbito ocorreu em 8 de junho deste ano, mas a causa da morte foi confirmada em 8 de setembro. As informações constam no boletim da SES-MS, referente a 37ª semana epidemiológica. São 37 óbitos desde o começo do ano em Mato Grosso do Sul.

O número de casos confirmados subiu 2,25%, saindo de 38.552 para 39.423 registros, o que representa alta de 871 novos positivos.

Já a quantidade de casos prováveis caiu 0,41% (-195), passando de 47.214 para 47.019. O número de casos prováveis envolve casos em investigação, confirmados e ignorados e desconsidera os descartados.

O número de incidência dos casos prováveis está em um patamar alto em 74 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Somente , a 457 km de Campo Grande, está com baixa incidência.

Campo Grande lidera o ranking de casos confirmados no Estado, com 11.856 registros. , a 326 km da Capital, vem em segundo lugar, com 4,592 positivos.

Botão Voltar ao topo