Made in Pantanal: Produtos com o selo são destaque em mostra de expositores durante o EmpreendeFest

Macarrão de comitiva, artesanato oriundo da cultura indígena Terena, mel produzido em terras pantaneiras. Quem passa pela mostra de expositores que compõe o EmpreendeFest, 1º Festival de Empreendedorismo de Mato Grosso do Sul , realizado pelo Sebrae/MS, nesta quinta-feira (5) e sexta-feira (6), no Bosque Expo, em Campo Grande, encontra um corredor inteiro composto por produtos de diversos gêneros que trazem para o público o sabor, o cheiro e a beleza presentes na maior planície alagável do planeta.

No espaço, os empresários possuem o selo Made in Pantanal – um registro de procedência que agrega valor aos produtos e auxilia os pequenos negócios, para que haja o desenvolvimento econômico sustentável no bioma. A mostra traz para o presencial, itens que já são divulgados de forma online e estão disponíveis na plataforma madeinpantanal.sebrae.com.br, que integra as ações desenvolvidas por meio do programa Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal, uma iniciativa do Sebrae/MS e Sebrae/MT, juntamente com uma rede de parceiros, que atuam diretamente com os negócios instalados em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Durante o EmpreendeFest, alguns empreendedores apresentaram peças típicas da cultura que preservam a essência do que é ser pantaneiro e, ao mesmo tempo, trazem um toque de modernidade. Um exemplo é Bruno Cavaledo que produz artesanalmente facas, canivetes e outros itens de cutelaria. Ao forjar cada peça, o ferreiro de Coxim utiliza diferentes tipos de aço e matérias-primas da fauna pantaneira, como madeira de jacarandá violeta e louro preto, além do couro. Uma técnica passada de pai para filho, durante várias gerações, que foi aperfeiçoada e hoje tem a missão de mostrar ao mundo um pouco da cultura de onde nasceu.

“Para mim, poder mostrar essa faca que é uma ferramenta, mas também é uma expressão artística, não tem preço. Porque ela expõe as características da nossa terra, essa madeira é de lá, esse couro é de um boi que cresceu comendo pasto no pantanal. Sem falar no significado desse utensílio, porque não existe um pantaneiro que não ande com uma faca, pois ela é necessária na lida do dia a dia no campo. Então, essa é uma grande oportunidade de eu apresentar o meu trabalho e alcançar novos públicos”, expôs Bruno.

Mais uma peça típica da região que ganhou uma releitura e atraiu muitos olhares na mostra foi a faixa pantaneira. Utilizada pelos peões como equipamento de proteção para dar sustentação à coluna, o item foi exposto em novas versões feitas pela empresa Sapicuá Pantaneira, de Aquidauana, como acessório para cabelo e jogo americano. Tecidas a partir de linha e barbante coloridos, as peças enchem os olhos de quem passa pelo estande que apresentou também outros produtos feitos de forma exclusiva para o EmpreendeFest: bolsas e mochilas decoradas com as faixas. Elas foram criadas em parceria com a empresa Tiracolo, de Campo Grande, que trabalha com bolsas sustentáveis feitas a partir do reaproveitamento de malotes de banco e dos Correios.

“Reunir as bolsas da Tiracolo que tem como foco a sustentabilidade com as faixas pantaneiras é enaltecer um produto que você leva no dia a dia. Queremos mostrar que as pessoas podem levar a cultura pantaneira consigo em qualquer lugar”, expôs a empresária Monique Klein, proprietária da Tiracolo. Segundo Evelin Perdomo, colaboradora da Sapicuá Pantaneira, participar da mostra de produtos traz para as empresas uma chance de ampliar as vendas e identificar novos mercados. “O evento é importante para que as pessoas vejam o que a gente faz e para trocar experiências com os colegas, fazendo novos contatos. Como o EmpreendeFest é muito grande, com frentes diferentes, essa é uma ótima oportunidade para nós”, comentou.

Produtos do agronegócio também marcam presença na mostra de expositores do EmpreendeFest. Um deles é o mel oriundo de pequenos produtores que vivem na região pantaneira. Cinco profissionais que integram a Associação Leste Pantaneira de Apicultores (Alespana) expõem os itens para o público, como Márcio Cesar Seixas, proprietário da Estância Favo de Mel, em Aquidauana. “Isso aumenta a visibilidade do nosso produto, pois é ao estar presente em eventos como esse que a gente consegue divulgar e bastante gente já passou por aqui”, comemorou o apicultor.

Ampliar o mercado para negócios pantaneiros

Por meio do Pró Pantanal, os empreendedores inseridos no bioma recebem consultoria e acompanhamento para melhorar a qualidade dos produtos e fortalecer o negócio. Além disso, também são assistidos para que possam ampliar as vendas e identificar clientes em potencial que estão em outras regiões do país. Segundo a gestora do programa, a analista-técnica do Sebrae/MS, Kátia Müller, é com essa proposta que são viabilizadas as participações do grupo em feiras, exposições e eventos como o EmpreendeFest.

“Temos a plataforma que funciona como um catálogo dos produtos, onde as pessoas conseguem fazer contato direto com esse empreendedor e, a partir do momento que a gente possibilita também que ele exponha o que produz presencialmente, damos a oportunidade de formatar novas parcerias, possibilitar que ele faça conexões e aumente a rede de contatos para que abra novos canais de mercado, pois a maioria deles hoje vende apenas na região onde mora. Então, queremos divulgar que é possível comprar um produto genuíno do pantanal diretamente com o produtor e reforçar com o público que isso está além da exposição, pois a plataforma online está disponível para atendê-los independentemente de onde estejam”, esclareceu Kátia.

Mostra de expositores no EmpreendeFest

Juntamente com os empresários que possuem o selo Made in Pantanal, o 1º Festival de Empreendedorismo de Mato Grosso do Sul, promovido pelo Sebrae/MS, traz mais de 80 expositores com produtos diferenciados para o público. A mostra também tem o foco no empreendedorismo feminino, reunindo empresárias que se consolidaram a partir do programa Sebrae Delas – Desenvolvendo Empreendedoras Líderes Apaixonadas pelo Sucesso. Outra vertente que integra esse espaço no EmpreendeFest é a inovação, com a exposição de startups apoiadas pelo Sebrae.

Quem quiser conferir os produtos nesta sexta-feira (6) ainda dá tempo, o segundo dia de festival tem início às 14h e segue até às 22h, com uma ampla programação gratuita que traz palestras e muito conhecimento para o público. O evento é realizado no Bosque Expo, localizado no Shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande (Av. Cônsul Assaf Trad, nº4796 – Parque dos Novos Estados). Para participar basta fazer a inscrição on-line por meio do link empreendefest.ms.sebrae.com.br.

 

Botão Voltar ao topo