Inauguração da exposição UEMS 30 Anos ocorre neste sábado em Dourados

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) promoverá no próximo sábado (9), a partir das 9h30, a inauguração da “Exposição UEMS 30 Anos”, que foi organizada com o objetivo de mostrar à sociedade sul-mato-grossense os momentos históricos da instituição, numa abordagem macro e regionalizada, com painéis de teor institucional e regionalizados com registros das 15 unidades universitárias.

Neste evento também ocorrerá o lançamento do livro “UEMS 30 anos: Histórias e memórias de uma universidade inclusiva e de qualidade socialmente referenciada”, composto por textos escritos por servidores da universidade.

Exposição  

Às 9h30, no sábado, na Casa da Cultura – Espaço Guaraoby da UEMS será aberta a “Exposição UEMS 30 anos: A educação faz história e transforma vidas”.

O objetivo da exposição é proporcionar uma experiência e um mergulho na história da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul educativa, ao permitir que estudantes, ex-alunos, funcionários e a comunidade em geral mergulhem na rica história da universidade do MS.

A Exposição ficará em Dourados até o final de janeiro e, posteriormente, percorrerá as Unidades Universitárias.

A pró-reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, Érika Ferri, destaca sobre a importância de comemorar o aniversário da Universidade.

“Comemorar o aniversário de uma instituição de ensino é mais do que apenas uma celebração; é uma oportunidade para reforçar sua missão, valores e impacto na comunidade, além de criar laços mais fortes entre todos os envolvidos. A UEMS se orgulha de comemorar três décadas de dedicação à educação e à inovação no MS. Para celebrar este marco, preparamos uma exposição que destaca os feitos, conquistas e evolução da UEMS ao longo de três décadas e o lançamento do livro UEMS 30 anos!”, ressalta a pró-reitora.

Lançamento de livro 

Em continuidade ao evento, às 10h30, no mesmo local, ocorrerá o lançamento do livro “UEMS 30 anos: Histórias e memórias de uma universidade inclusiva e de qualidade socialmente referenciada”, com dois volumes.

Sob organização da professoras Celi Corrêa Neres, Maria José de Jesus Alves Cordeiro, Erika Kaneta Ferri e Sandra Espíndola Macena, a obra é escrita por docentes e profissionais técnicos da universidade. Os volumes abordam sobre:  Parte I – História da UEMS: Institucionalização, políticas e tessituras; Parte II – História da UEMS: Memórias, personagens e práticas.

A chefe da Divisão da  Editora UEMS, Sandra Espíndola Macena, agradece a todos os autores que dispuseram-se a escrever sobre suas trajetórias na UEMS enquanto servidores e servidoras.

“A interiorização da universidade abriu caminhos para muitos de nós, que investimos nossos sonhos nesta Instituição de Ensino Superior. Instituição, conforme resumiu nossa querida  professora Celi: “inclusiva de qualidade e socialmente referenciada”, como é enfatizado no título da obra”, diz a docente, Sandra Macena.

Sobre a UEMS

Em 2023, ao completar 30 anos, a Universidade está presente em 30 municípios, sendo 15 unidades físicas, 13 polos de EaD pela Universidade Aberta do Brasil (UAB) e em dois municípios com ofertas de cursos presenciais. Hoje, tem mais de 70 cursos de graduação, quatro doutorados, 17 mestrados e 12 especializações lato sensu.

Botão Voltar ao topo