Funcionários demitidos matam fazendeiro a golpes de faca

O fazendeiro João Luiz Martins Cavalheiro, de 75 anos, foi assassinado a golpes de faca, neste domingo (25), e teve vários pertences roubados, incluindo uma caminhonete Chevrolet S10. O crime ocorreu na cidade de Corumbá, a 428 km de Campo Grande, e foi cometido pelos próprios funcionários do fazendeiro, por vingança a demissão. Eles foram presos.

João é proprietário da fazenda Relógio, localizada na região do Nabileque. David Rodrigues Lima e Alexandro da Silva Sampaio faziam parte do quadro de funcionários da propriedade rural, mas foram demitidos há pouco tempo. Inconformados, segundo os próprios autores, decidiram retornar para a fazenda, matar o ex-patrão e levar os pertences.

Foi o que fizeram na tarde deste domingo. David e Alexandro golpearam a vítima várias vezes com golpes de faca. Então, após pegar vários pertences e a caminhonete da vítima, fugiram. Já comunicado sobre o crime, o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) montou barreira na região de Miranda.

Durante a noite, a dupla passava pela MS-243 sentido à BR-262 e furou o bloqueio com a Chevrolet S10, mas foi interceptada. Questionado, David confessou que ele e Alexandro eram os autores do assassinato do fazendeiro. Também confirmou que o motivo foi pela demissão.

Na caminhonete foram encontrados facões e vários pertences da vítima, como carteira, R$ 225 em dinheiro, R$ 844 em cheque, e um relógio. Os dois ex-funcionários foram presos em flagrante por latrocínio.

Botão Voltar ao topo