Eurovision avalia se aceita canção indicada por Israel em Festival internacional

Competição internacional de canções organizada anualmente pela União Europeia de Radiodifusão (UER), o Festival Eurovision de Canção examina a canditata israelense depois que a letra da música vazou para a mídia e pareceu fazer referência ao ataque do Hamas em 7 de outubro, que desencadeou a guerra em Gaza.

A candidata de Israel, “October Rain”, é uma balada cantada pela solista Eden Golan. O Eurovision, que este ano será realizado de 7 a 11 de maio na cidade sueca de Malmo, se autodenomina um evento apolítico e pode desqualificar os participantes que violarem essa regra. O concurso anual do Eurovision foi vencido quatro vezes por Israel.

A letra é, em sua maioria, em inglês, com algumas linhas em hebracio que dizem: “There’s no air left to breathe” (Não há mais ar para respirar) e “They were all good children, each one of them” (Eram todos bons filhos, cada um deles) – aparentes alusões às pessoas que se esconderam em abrigos enquanto atiradores do Hamas realizavam uma onda de assassinatos e sequestros em um festival de música ao ar livre e em outros locais.

A música também contém uma referência a “flores” que, segundo o Hayom, é um código militar para vítimas de guerra. Uma fonte da emissora nacional Kan, que patrocina a participação israelense, confirmou à Reuters que a letra que vazou estava correta.

A disputa sobre a canção ocorre em meio a meses de apelos para que Israel seja impedido de participar da disputa, em razão das críticas internacionais à sua guerra contra o Hamas em Gaza. A EBU, no entanto, rejeitou repetidamente quaisquer apelos deste tipo e sustentou que Israel será autorizado a participar.

Em um comunicado, a União Europeia de Radiodifusão (EBU), que organiza o Eurovision, disse que está “no processo de examinar as letras, um processo que é confidencial entre a EBU e a emissora até que uma decisão final seja tomada”.

“Se uma música for considerada inaceitável por qualquer motivo, as emissoras terão a oportunidade de enviar uma nova música ou uma nova letra, de acordo com as regras do concurso”, acrescentou a EBU.

Botão Voltar ao topo