EUA planeja vetar proposta de cessar-fogo para a guerra Israel-Hamas

A Argélia propôs uma votação na próxima terça-feira (20)

A Argélia propôs ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, que os 15 membros votem em um cessar-fogo humanitário imediato para a guerra entre Israel e Hamas. O país africano apresentou essa resolução inicial há duas semanas, porém a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Linda Thomas-Greenfield, disse que não poderia se comprometer.

Segundo diplomatas, a intenção do país norte-americano é vetar a resolução. Por isso, a Argélia solicitou uma votação na próxima terça, para decidirem se a medida será adotada ou não. O projeto precisa receber ao menos nove votos e nenhum veto por parte dos EUA, Rússia, Reino Unido, França ou China.

Washigton, capital dos Estados Unidos, protege o aliado Israel das ações da ONU desde o início da guerra no ano passado, e já vetou duas vezes as propostas do conselho. Os americanos também se abstiveram duas vezes, o que permitiu que os outros países tomassem decisões para aumentar a ajuda humanitária na Faixa de Gaza.

Botão Voltar ao topo