Em coletiva, Lewandowski diz que não há prazo para captura dos fugitivos de Mossoró

Ministro revelou que possíveis falhas estão sendo corrigidas na estrutura do presídio

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo Lewandowski disse que não há prazo para a captura dos dois fugitivos da penitenciária de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Mas ele acredita que os homens ainda estão perto do local.

Durante uma coletiva de imprensa realizada hoje (18), em Mossoró, o ministro disse que possíveis falhas na segurança do presídio estão sendo corrigidas para garantir a segurança máxima da penitenciária. Lewansdowski completou afirmando que 500 homens das forças policiais estão empenhados em encontrar os dois homens.

A operação está no quinto dia, e conta com helicópteros, drones, cães farejadores, policiais e equipamentos tecnológicos sofisticados. Vale lembrar que o terreno é um ponto de dificuldade para as buscas, pois é uma mata de zona rural e com área extensa. Tem rodovias, vias e pequenas estradas, com casas esparsas.

Durante a coletiva, Lewandowski revelou que ainda não há certeza se os fugitivos tiveram ajuda na fuga. “Todas as hipóteses estão sendo investigadas e virão a público no momento apropriado”, disse o ministro.

Botão Voltar ao topo