Deputado acusa prefeito de coagir diretoras para evitar emenda de R$ 380 mil

Deputado estadual João Henrique Catan (PL) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, desta terça-feira (19) para denunciar o prefeito de Paranaíba, Maycol Henrique Queiroz Andrade, o “Maycol Doido” (PSDB), ao MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). A cidade localizada a 407 km de Campo Grande é base eleitoral de Catan.

“O prefeito interveio no envio das emendas parlamentares e cometeu crime de responsabilidade. Fiz um requerimento pedindo para investigar e ajuizar ação de improbidade administrativa com base no artigo quarto por atentar contra o livre exercício do Poder Legislativo”, disse o parlamentar.

O objetivo do deputado era encaminhar R$ 380 mil para sete unidades, sem passar pela prefeitura. “Nós estávamos enviando a quantia R$ 1,5 milhão em emendas parlamentares, via Associações de Pais e Mestres. Ocorre que servidores foram proibidos de passar os dados cadastrais, para que os recursos não fossem repassados diretamente às escolas do município”, acrescentou.

João Henrique se sentiu impedido e limitado. “As servidoras do município estavam com medo desse prefeito doido (sic). Tive que acessar o site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e conseguimos os dados de algumas das escolas. Infelizmente, outras deixarão de ser beneficiadas com o recurso”.

Duas escolas ficaram de fora por falta de localização dos dados a tempo. Desta forma os R$ 380 mil foram redistribuídos entre as escolas. Mudanças nos repasses foram divulgados pela assessoria do deputado.

Reprodução do texto com explicação da redivisão dos valores das emendas parlamentares para as escolas (Foto: Divulgação)
Reprodução do texto com explicação da redivisão dos valores das emendas parlamentares para as escolas (Foto: Divulgação)

Resposta – O prefeito de Paranaíba, Maycol Doido, afirmou que respeita o pedido de investigação do deputado contra ele. “É um direito que o deputado tem. Ele é um garoto bom, e tem outros candidatos lá”, disse, se referindo às eleições municipais deste ano. Maycol já está em seu segundo mandato, mas trabalha para garantir a manutenção tucana no comando da cidade.

“As emendas foram todas destinadas à saúde. As diretoras são ‘gente boa’ (sic). Elas não fazem isso não”, esclareceu, defendendo as servidoras. Porém, Maycol voltou a citar a atitude de Catan como eleitoreira. “Eleições estão chegando. O deputado pode ficar à vontade para enfrentar a gestão que transformou Paranaíba, junto com o governador Eduardo Riedel (PSDB)”.

Botão Voltar ao topo