Com o apoio do Sebrae, empreendedoras de Camapuã adotam inovações e geram revolução positiva nos negócios

Há dois anos, Cleonete da Silva Nascimento e Juliana Alves Marques, apostaram no ramo gastronômico em Camapuã, município da região norte de Mato Grosso do Sul, e iniciaram uma jornada no mundo do empreendedorismo. Atualmente, Cleonete é proprietária do Kuka’s Café e Juliana, da Conveniência Real. Para alcançar o sucesso dos negócios, elas buscaram estratégias com o foco em consolidar as empresas e, com o apoio do Sebrae/MS, por meio das capacitações e eventos promovidos pelo programa Cidade Empreendedora no município, executado em parceria com a Prefeitura, conseguiram melhorar os empreendimentos e ganhar mais visibilidade, o que aumentou o número de clientes.

O resultado alcançado veio com muito esforço e dedicação. Quando começou a empreender, Cleonete apostou na venda de bolo de pote na rua. Para ela, foi exigida resiliência e muita crença na qualidade dos produtos e na busca por diferencial com os clientes. “Do bolo de pote na rua, a gente conseguiu abrir um ponto comercial bem pequeno. Começamos realmente do zero, não tinha quase nada. Hoje já estamos com dois anos de portas abertas com bastante esforço e fé”, relata a empreendedora.

Enquanto isso, Juliana, deixou a administração do restaurante, onde trabalhava com o irmão, e assumiu sozinha a conveniência da família que funcionava há 20 anos dentro de um posto de combustível. Determinada a construir uma nova história para o local, ela precisava atualizar a empresa diante das novas necessidades do mercado. “Desfiz minha sociedade faz dois anos e meio e vim ficar aqui. Durante o dia, a conveniência só servia salgados. E a noite oferecia porções de batata e de calabresa, pouca coisa era feita e tinha um deck sem ser totalmente aproveitado. Vim tomar conta. Falei para mim mesma ‘preciso dar um up nesse negócio. Preciso ganhar mais dinheiro, preciso chamar o público para cá’”, recorda.

Ambas tiveram que descobrir o caminho do próprio negócio e como consolidar as vendas observando o dia a dia. Na jornada em busca de crescimento, cada empreendedora buscou valorizar o que tinha ao alcance. Cleonete apostou muito em um evento realizado na cidade em 2022 para dar um primeiro passo. “No ano passado, nós ganhamos em segundo lugar na primeira edição do Festival Gastronômico, que teve aqui em Camapuã com o Panetone Pantaneiro. Isso me ajudou a ficar mais conhecida porque as pessoas ficam curiosas em saber sobre novidades”, pontua a empresária.

Juliana passou a observar o seu entorno e encontrou uma oportunidade. “Tive a ideia de criar o hambúrguer artesanal, porque aqui em Camapuã não tinha hambúrguer gourmet. Ninguém trabalhava com pão diferenciado, um hambúrguer com uma carne boa. Criei o brioche, que é o hambúrguer gourmet real. Ele é de ponta de costela, tem alface, tomate, queijo cheddar e bacon e acompanha batata. Pensei em uma rede famosa sobre como faziam e aí coloquei batata frita em todos os meus lanches. Também criei molhos. O que eu pensava era que precisava criar uma opção de trazer as famílias para ocupar o deck e outros espaços”, conta a empresária.

Ao acreditar nos produtos que ofereciam ao cliente e inovar dentro do que já produziam, as duas encontraram diferencial para alcançar novos patamares do negócio. Com o Cidade Empreendedora no município desde 2021, elas receberam diferentes apoios do Sebrae/MS, e agora em 2023, tiveram um novo incentivo ao participar do Festival Gastronômico das Monções, realizado em novembro em conjunto com a Associação Comercial e Empresarial de Camapuã (ACECAM) e Prefeitura Municipal.

Para desenvolver uma receita exclusiva para o evento, valorizando os produtos e pratos típicos da região, Juliana, Cleonete e outros seis empreendedores, receberam uma consultoria com um chef de cozinha e nutricionista. O grupo também foi acompanhado para que pudesse melhorar a divulgação da empresa, com um curso em marketing digital. Com esse trabalho, as empreendedoras identificaram novas opções de produtos, além de aprimorarem a rotina da empresa e a experiência dos clientes, o que fez com que elas se destacassem na competição.

A Conveniência Real, de Juliana, ficou com o primeiro lugar no festival com o prato “Real Monçoeiro” e recebeu prêmio de R$ 2,5 mil. Enquanto isso, o Kuka’s Café, da Cleonete, terminou em segundo com o prato “Pescado das Monções” e teve premiação de R$ 1,5 mil. Em terceiro lugar ficou Viviane Estruzani de Matos, da Lanchonete Quindim, que recebeu R$ 1 mil e apresentou o prato “Espeguete Sertanista”.

Mais do que conhecimento para melhorar o negócio, participar do festival trouxe reconhecimento e visibilidade para as empreendedoras. “Estar no festival nos ajudou muito e fez com que a gente conseguisse fortalecer a nossa identidade como empresa. Tenho receita que foi incluída na plataforma do Made In Pantanal (uma iniciativa do Sebrae por meio do Pró Pantanal) e estamos seguindo, começando a escrever nossa história”, comemora Cleonete, que tem desde os tataravós morando em Camapuã, local onde ela classifica como humilde e acolhedor.

“Hoje estou muito feliz e realizada. Tenho certeza de que isso fez diferença para o meu empreendimento. Estou na luta e tenho muita gratidão por tudo que já conquistei”, celebrou Juliana, que promete seguir inovando no cardápio e na experiência para os clientes.

Cidade Empreendedora

Voltado para promover o desenvolvimento local, a partir do fortalecimento dos pequenos negócios, o Cidade Empreendedora é um programa executado pelo Sebrae/MS em parceria com as prefeituras dos municípios que aderiram à iniciativa. Camapuã integrou o ciclo 2021/2022 do programa e, neste ano, uma nova parceria com o Sebrae/MS foi firmada para a continuidade do Cidade Empreendedora no município.

O programa tem como uma das principais vertentes o apoio ao comércio local para possibilitar que os empreendedores possam melhorar as empresas e consigam crescer. Paralelamente a esse trabalho de levar conhecimento aos empreendedores locais, o Cidade Empreendedora também atua para a melhoria do ambiente de negócios no município com iniciativas voltadas para a desburocratização de processos e formação de lideranças e gestores públicos que promovam o empreendedorismo.

Além de Camapuã, outros 35 municípios são contemplados pelo programa em Mato Grosso do Sul: Água Clara, Amambai, Aparecida do Taboado, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dourados, Inocência, Jaraguari, Ladário, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Sonora e Terenos.

Para conhecer mais sobre o programa Cidade Empreendedora, uma iniciativa do Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura Municipal, entre em contato pelo 0800 570 0800 ou acesse o site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

Botão Voltar ao topo