Com auxílio de guindaste, peças do aparelho de ressonância magnética são descarregadas no HRMS

O HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) iniciou mais uma importante etapa para a implantação de seu novo setor de ressonância magnética. O avanço foi viabilizado com a chegada na sexta-feira (15) das peças que compõem o moderno equipamento fornecido pela multinacional americana GE Healthcare.

Peça de 6 toneladas foi descarregada com auxílio de um guindaste em operação de 7 horas de duração

Provenientes da matriz brasileira da empresa localizada em Contagem – Minas Gerais, as peças foram entregues desmontadas em dois caminhões. Um magneto, peça central do aparelho com aproximadamente 6 toneladas, foi descarregado com auxílio de um guindaste, demandando uma operação que se estendeu por cerca de 7 horas. A magnitude da ação não passou despercebida pelas pessoas que passavam pelo hospital.

Com a entrega do aparelho, avaliado em mais de R$ 3,8 milhões, a próxima etapa é de conclusão da blindagem da sala. Posteriormente, a instalação será finalizada, abrangendo aspectos mecânicos, calibragem, testes e treinamento da equipe.

Para a diretora-presidente do HRMS, Marielle Alves Corrêa Esgalha, a chegada das peças representa um passo importante dentro do plano de restruturação da unidade hospitalar.

“Estamos comprometidos em oferecer o que há de mais avançado em tecnologia médica para a população do Mato Grosso do Sul. Agradecemos a todos os envolvidos que tornaram possível essa etapa e reafirmamos nosso compromisso com a excelência na saúde”, destacou.

O setor de ressonância magnética do HRMS, responsável por realizar diagnósticos por imagem com exames de alta complexidade, está passando por uma reestruturação completa. A obra, financiada com investimento de R$ 962,8 mil provenientes dos recursos do Governo do Estado, é fiscalizada pela Agesul (Agência de Gestão de Empreendimentos). Atualmente, 95% da infraestrutura da sala está concluída.

Botão Voltar ao topo