Carlão admite compor chapa como candidato a vice-prefeito

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Carlos Augusto Borges, Carlão (PSB), um dos pré-candidatos na disputa pela cadeira de prefeito da Capital, disse em entrevista recente para o site Campo Grande News, que pode abrir mão da pré-candidatura para compor uma chapa com outro partido, como vice-prefeito.

Segundo Carlão, PSDB, MDB e o avante deram sinais que querem o apoio do PSB (Partido Socialista Brasileiro), mas ainda não disseram se estão dispostos a oferecer o espaço desejado, em troca desse apoio. Procurado pela reportagem do jornal O Estado, o presidente da Câmara explicou que no momento, muitas negociações correm pelos bastidores, mas nada está definido.

“Temos que organizar bem agora para disputar a majoritária e não prejudicar a chapa de vereadores. Agora, você sabe que vice, só define lá pelos meses de maio, junho, julho. Mas, o mais importante é que tivemos várias conversas, mas vice define lá na frente. Convites, temos vários. Mas, estamos pensando em candidatura própria”, diz Carlão. O vereador disse ainda que, no começo de fevereiro seu partido deve se reunir para tomar a decisão. Por enquanto, eles trabalham para organizar a chapa para vereadores.

Carlão (PSB), exerce seu 4º mandato como vereador em Campo Grande. Começou seu trabalho nos bairros da região do Nova Lima como líder comunitário, presidiu a Ucaf (União Campo-grandense de Associação de Moradores em Favelas e Assentamentos). Com o trabalho que realizou ganhou popularidade e o reconhecimento veio nas urnas conquistando a primeira cadeira para vereador em 2008. De lá para cá, construiu sua trajetória política, focando sempre nos mais carentes. Assumiu a presidência da Câmara e foi prefeito interino da Capital, em mais de uma ocasião. Agora, pode abrir mão de uma reeleição tranquila para o cargo de vereador para dar um passo a mais na política, concorrendo a vaga de chefe do Executivo municipal em 2024.

“Não vou me gabar, mas minha reeleição como vereador é de quase 80% garantida. Não quer dizer que estou reeleito. Se tivermos uma conjuntura em que seja candidato a vice-prefeito, coloco meu nome à disposição também”.

 

Botão Voltar ao topo