Campo Grande precisa imunizar 3 mil crianças por dia contra poliomielite para atingir meta

A vacinação de crianças contra a paralisia infantil, nome comum dado à poliomielite, começou há uma semana em todo Brasil. Em Campo Grande, nessa primeira semana de campanha 1.623 crianças foram vacinadas, de acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). A campanha segue até o dia 14 de junho.

O público-alvo é de 62.682 crianças de 1 ano a menores de 5 anos. Segundo o Ministério da Saúde, a meta é que 95% desse público seja imunizado. No entanto, para que esse objetivo seja alcançado, mais de 3 mil crianças deveriam estar recebendo os imunizantes por dia na capital.

Riscos

No ano passado, Campo Grande ficou abaixo da meta de vacinação do Ministério da Saúde, com 85,72% do público-alvo imunizado. No nível estadual, o resultado foi um pouco melhor, com 245 mil crianças vacinadas, ou 88,19%. Entretanto, nenhum estado brasileiro atingiu o índice do Ministério da Saúde e a campanha terminou com 84,63% de vacinados no Brasil.

A adesão abaixo do índice coloca o país em alto risco de reintrodução do vírus da pólio. A superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo, alerta: “enquanto houver uma criança infectada, crianças de todos os países correm o risco de contrair a doença, considerando que em alguns países ainda há circulação da poliomielite.”

A doença

A paralisia infantil é uma doença contagiosa causada por um vírus que vive no intestino e que pode infectar adultos e crianças. A transmissão se dá pelo contato direto com as fezes ou secreções eliminadas pelo corpo.

A doença causa paralisia e, nos casos mais graves, atinge os membros inferiores, como paralisia de uma das pernas, pé torto, dores nas articulações e atinge também outros músculos que podem prejudicar a fala e a deglutição.

De acordo com a Sesau, crianças menores de 1 ano de idade devem ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para o esquema primário, ou seja, três doses da VIP (Vacina Inativada Poliomielite). Já as crianças de 1 a 4 anos deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a VOP (Vacina Oral Poliomielite), a famosa gotinha, desde que já tenham recebido o esquema primário com a VIP.

Botão Voltar ao topo