Campo Grande amplia acesso a serviços odontológicos

Com uma rede ampla e acessível, Campo Grande oferece uma cobertura odontológica exemplar, posicionando-se como referência no cuidado com a saúde bucal de seus cidadãos, através da reestruturação e ampliação dos serviços.

Em 2023, o município alcançou um marco impressionante, realizando 419.551 atendimentos, um número extremamente expressivo e que reflete o compromisso e a eficiência dos serviços odontológicos disponibilizados aos campo-grandenses. Neste 20 de março, Dia Mundial de Saúde Bucal, celebramos tais avanços.

O sistema de saúde bucal em Campo Grande é estruturado para garantir acessibilidade e eficiência, contando com 74 Unidades de Saúde de Atenção Primária, cinco CEOs (Centros de Especialidades Odontológicas), três Policlínicas Odontológicas, duas Unidades Móveis Odontológicas e uma Unidade Móvel de Prevenção. Além disso, todos os 10 pontos de urgência da cidade, incluindo UPA (Unidades de Pronto Atendimento) e CRS (Centros Regionais de Saúde), estão equipados para oferecer atendimento odontológico de urgência e emergência.

A dona de casa Marta Assis Campos, 58 anos, é uma das milhares de pacientes que tiveram acesso ao atendimento odontológico e tiveram um ganho significativo na sua qualidade de vida. Ela faz o acompanhamento na unidade de saúde do Santa Emília.

“Eu sempre tive um pouco de receio de ir ao dentista, mas a experiência que tive na unidade de saúde superou todas as minhas expectativas. Fui atendida pelo dentista que foi extremamente atencioso, paciente e profissional. Ele explicou cada etapa do procedimento, me deixando bem tranquila e segura. Fiquei impressionada com a qualidade do serviço e o cuidado da equipe. Realmente, faz toda a diferença ser tratada com tanta gentileza e competência. Estou muito grata por ter acesso a um serviço de saúde bucal tão excelente bem pertinho de casa. Parabéns a toda equipe pela dedicação e pelo trabalho maravilhoso que estão fazendo”, disse.

A coordenadora da Rede de Atenção Odontológica do município, Christianne Saliba, explica que o primeiro passo para quem busca atendimento odontológico é dirigir-se à unidade de Atenção Primária mais próxima.  “Lá, os pacientes são avaliados e podem continuar o tratamento na própria unidade ou, se necessário, serem encaminhados para os CEOs através do SISREG (Sistema de Regulação Ambulatorial)”, destaca.

Ela esclarece que essa estratégia assegura que o atendimento seja organizado com base na demanda espontânea, programada e urgências, levando em consideração os critérios de risco e vulnerabilidade.

As  Policlínicas Odontológicas, localizadas no  Aero Rancho (CAIC), Universitário e Santa Emília, desempenham um papel vital na saúde bucal dos jovens, atendendo escolares de 0 a 19 anos. Em 2023, essas unidades realizaram um total de 18.033 atendimentos, evidenciando a importância da prevenção e do cuidado desde a infância.

Os CEOs desempenham um papel crucial no sistema de saúde bucal de Campo Grande, oferecendo uma vasta gama de especialidades odontológicas, incluindo diagnóstico bucal com ênfase na detecção de câncer de boca, periodontia especializada, cirurgia oral menor, endodontia, atendimento à pessoa com deficiência, odontopediatria, radiologia, prótese e DTM. Todos os atendimentos nas especialidades são regulados pelo SISREG, garantindo organização e eficácia no encaminhamento dos pacientes.

“Toda essa estruturação dos serviços de saúde bucal demonstra o compromisso da gestão com o bem-estar de seus cidadãos, garantindo acesso a um atendimento odontológico de qualidade, desde a prevenção até procedimentos especializados, reforçando a estrutura da saúde pública na capital”, finaliza a coordenadora.

Botão Voltar ao topo