Após articulação de Paulo Corrêa, Energisa levará luz a 300 famílias do Assentamento Itamarati

Cerca de 300 famílias que residem no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, finalmente terão a distribuição de energia elétrica regularizada pela Energisa. A informação foi confirmada pelo diretor-presidente da concessionária, Marcelo Vinhaes, na última quarta-feira (29), após articulação do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), atendendo a pedido do prefeito Eduardo Campos, da subprefeita do distrito, Natália Velasques e do líder comunitário Antônio Pepino.

A previsão é que a expansão da rede de energia elétrica, que abriga ao todo 1,5 mil moradias, seja feita no 1º semestre de 2024, após a conclusão do processo de regularização fundiária realizado na área urbana pelo Governo do Estado, por meio da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab).

“Essa é uma grande conquista para os moradores do Assentamento Nova Itamarati, que agora vão ter o título de propriedade na mão e a energia elétrica de forma regularizada na sua casa. Isso é trazer dignidade para essas famílias”, pontuou o deputado Paulo Corrêa, 1º secretário da Assembleia Legislativa.

O convênio para regularização foi assinado em julho, com investimento de R$ 1,4 milhão, e visa contemplar famílias que ainda não possuem a matrícula do imóvel registrada em cartório.

Por meio dele, estão sendo realizados serviços de topografia com expedição de plantas e memoriais descritivos, levantamento social, cadastramento das famílias e identificação dos moradores das unidades habitacionais.

“O Município de Ponta Porã agradece o trabalho e o empenho do Deputado Paulo Corrêa que ajudou a viabilizar junto à Energisa a expansão da rede de energia elétrica na Itamarati, levando dignidade e conforto àquelas pessoas, agindo assim, com comprometimento e elevado grau de responsabilidade social”, agradeceu o prefeito Eduardo Campos.

Botão Voltar ao topo