Após 12 anos preso por golpes, advogado é expulso da OAB –

Doze anos depois de ser preso por lesar cliente em Campo Grande, o advogado Marcelo Monteiro Padial, 54 anos, foi excluído da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) em Mato Grosso do Sul. Na ocasião, ele foi detido por policiais da Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações, Falsificações, Falimentares e Fazendários). –

As investigações apontavam que o advogado ajuizava ações visando à revisão de valores de contratos de financiamentos, principalmente de veículos, sendo que as procurações que lhe outorgavam poderes para representar os clientes tinham as assinaturas falsificadas, gerando, assim, prejuízo em desfavor dos titulares dos contratos.

Somente um cliente teria sido lesado 11 vezes e o ex-advogado, ainda em 2011, já cometia esse tipo de crime há pelo menos quatro anos. Atualmente, há sete processos em trâmite no Tribunal de Justiça de MS contra Padial por enriquecimento ilícito, apropriação indébita e estelionato.

Decisão recente do Conselho Federal da OAB referendou expulsão que já havia sido definida pelo Conselho Seccional da OAB/MS. Conforme publicação assinada pelo relator Hélio Das Chagas Leitão Neto, do CF, foi determinada a “imediata publicação de edital de exclusão dos quadros da OAB, no Diário Eletrônico da OAB, para que surta seus efeitos jurídicos e legais, bem como registro nos assentamentos do advogado e anotação nos Cadastro Nacional de Sanções Disciplinares – CNSD e no Cadastro Nacional dos Advogados – CNA”. –

Botão Voltar ao topo