Antonio Vaz apresenta projeto “Marcha pela Vida” que busca fortalecer a defesa dos valores da vida desde a concepção

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (18), o deputado Antonio Vaz (Republicanos) propôs um Projeto de Lei que adiciona a Marcha pela Vida ao Calendário Oficial de Eventos do Estado. O evento ocorrerá anualmente em 8 de outubro. A proposta será analisada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

 

Para realizar a marcha, o governo poderá estabelecer parcerias com organizações e empresas privadas, como o Comitê Sul-Mato-Grossense da Cidadania pela Vida – Brasil sem Aborto. A marcha é uma mobilização que busca fortalecer e defender os valores da vida desde a concepção até o seu fim natural.

 

“É uma manifestação de cidadãos que defendem a proteção e a preservação do direito fundamental à vida, uma prerrogativa que deve ser resguardada e promovida pela sociedade e Estado. O principal objetivo é conscientizar a população sobre a importância da vida desde os seus primórdios”, destacou Vaz.

 

Em 8 de outubro, comemora-se o Dia do Nascituro, termo em latim que significa “aquele que está prestes a nascer”. “Acreditamos que cada ser humano tem um valor único e insubstituível, independentemente de idade, saúde, raça, gênero ou qualquer outra característica. A vida é um direito inalienável e deve ser valorizada em todas as suas formas”, afirmou o parlamentar.

Botão Voltar ao topo