Álcool líquido 70% volta a ter venda proibida a partir do fim deste mês

Supermercados e outros estabelecimentos comerciais estão proibidos de vender álcool líquido 70% para consumidores comuns a partir de 30 de abril deste ano.

A venda já era proibida no país desde 2002, mas foi flexibilizada durante a pandemia de covid-19. O prazo da liberação venceu em 31 de dezembro de 2023. O que resta agora nos comércios e precisa ser esgotado das prateleiras é o estoque comprado até esta data.

A decisão é da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O álcool líquido foi substituído pelo gel nos comércios como medida de prevenção a acidentes.

A Abras (Associação Brasileira de Supermercados) se manifestou contra a proibição. A entidade argumenta que o consumidor vai perder a opção de um produto com melhor custo-benefício.

Desde dezembro, a Abras conversa com a Anvisa sobre a demanda de consumidores e a falta de álcool líquido à venda nos supermercados.

Botão Voltar ao topo