Adriane Lopes visita área que vai abrigar famílias do Mandela e reforça seu compromisso com a regularização imediata

A visita técnica realizada nesta semana pela Prefeitura de Campo Grande, liderada pela prefeita Adriane Lopes e equipes da Agência Municipal de Habitação (Emha), destaca um passo significativo para a regularização fundiária na área destinada a 38 famílias da Comunidade do Mandela, localizada no Bairro José Tavares. Adriane Lopes enfatiza o compromisso do poder público municipal em viabilizar todo o processo, visando atender não apenas as novas famílias, mas também os antigos moradores do bairro.

A Prefeita ressalta a escolha criteriosa do terreno, que oferece infraestrutura completa, incluindo rede de água, energia, esgoto, escolas e posto de saúde, e destaca as medidas já tomadas, como a instalação de rede de água e esgoto, com a garantia de avançar nas próximas etapas.

Já foram realizados os serviços de topografia, instalação de rede de água e demarcações de lotes e ruas, visando assegurar uma infraestrutura adequada no projeto. A prefeita Adriane Lopes, ao escolher esta área e outras três para realocar 133 famílias em um raio de 3 km próximo à comunidade, reforça seu compromisso com a dignidade e a regularização fundiária imediata. Ivanildo da Silva, presidente do bairro José Tavares, elogia a iniciativa, prevendo melhorias com a chegada dos novos cidadãos ao local, destacando sua conversa com a prefeita sobre os novos moradores.

“Ter a casa própria é o sonho de todo o trabalhador, e com a prefeita vindo aqui e dando uma contrapartida, a gente fica mais tranquilo. Nós temos o projeto das crianças do futebol aqui e com a chegada de mais crianças estamos pleiteando um parque ao ar livre. E temos certeza que a vinda de mais pessoas refletirá em mais benefícios. A gente vai caminhar para melhorar e ter uma sociedade justa e igualitária para todos”, disse Ivanildo.

A presidente da Associação de Mulheres do bairro, Ana Lúcia, de 55 anos, destacou que os novos moradores podem ajudar no crescimento do bairro e até mesmo na associação. “Acredito que possa vir também mais melhorias com a chegada deles, como a construção da sede do nosso clube de mães, parque ao ar livre e tudo isso, que é um sonho para nós que temos crianças e idosos em casa.”

Botão Voltar ao topo